how to make a site
DESCONSTRUINDO A IDEIA DE MÚSICA

Augusto Piccinini

Existe música para todos os lados; ninguém duvida disso. Mas essa música é uma só, no singular? Ou talvez sejam “músicas”, no plural? O que é, afinal, música?

Todos nós escutamos música diariamente, e gostamos muito disso; gostamos tanto que, quando alguém nos pergunta sobre nossos gostos, quase sempre damos especial importância aos nossos gostos musicais.

E, no entanto, vocês já pararam para pensar sobre o que é essa coisa feita de sons que toma tanto do nosso tempo?

Neste projeto optativo iremos escutar, refletir e debater sobre música. Mais do que isso, iremos desconstruir nossa pré-concepções sobre o que é música. E como faremos isso? Escutando justamente aquelas músicas mais radicais, mais esquisitas, mais bizarras, mais desafiadoras, e que nos fazem perguntar a todo momento: “isso é música mesmo?!”. Passaremos pela produção mais radical do século XX após a segunda guerra mundial e também por coisas mais recentes do século XXI.

Se tudo der certo, ao final do curso não teremos mais nenhuma certeza sobre o que é essa coisa chamada música, e sairemos com mais perguntas do que respostas.

GRAFFITI - CULTURA URBANA

Sylvio Ayala

Spray, rolinho, pincel, lápis, canetão, papel. Aqui é mão na massa, graffiti na veia, e olhar ao redor! Materiais e instrumentos em punho, a proposta da oficina é alternar ações internas e externas, intervenções em suportes distintos: tela, muro e até objetos.

Partindo do esboço pra pintura, do micro pro macro, do desejo pra realização. Cada participante emplaca sua ideia. Faz o trajeto da criação, produção e execução, passando por técnicas de desenho, gravura, linguagens visuais e escritas. Grafismos, grafias, imagens e marcações manifestando a consciência humana, engrossando o caldo da cultura urbana.

A ligação do graffiti com a cidade e seus habitantes é visceral, respirando rua, resignificando lugares e criando paisagens. Manifestação popular, literalmente democrática, porque pode ser consumida em larga escala, e de graça. Arte pós-moderna no poste ou até na galeria, revestindo o corpo cinza da cidade. Aquecendo. Perceber o lugar onde vivemos como fonte pulsante de conhecimento, como território para experimentar, é um passo determinante para afirmar-se como cidadão. Sujeito do bairro, sujeito da cidade, sujeito do mundo.

Na oficina de Graffiti temos 18 encontros para fazer: tag (assinatura) própria / máscaras de stencil / freehand / lambe-lambe e sticker adesivo. As grafitagens ao vivo faremos em espaços autorizados da escola, da praça e locais escolhidos de São Paulo. No pacote, saídas de campo para a Vila Madalena (Beco do Batman) e para o Grajaú (Ilha do Bororé). A cidade é nosso ponto de encontro, do ‘social’, do 'artístico', e do ‘espacial’.

Cartografia interna e externa, da alma e das ruas, do abstrato e do concreto. Subjetividade & Objetividade. B'óra grafitar!

PROJETO SEXUALIDADE

Alvaro Luiz Vieira

O projeto tem como intenção proporcionar informações e reflexões acerca de todos os aspectos que envolvem a sexualidade.

Quais são as suas duvidas?
Sexualidade para você é um tabu?
Fala sobre sexualidade com os pais, com os amigos?
Acha que o assunto é pouco discutido na sociedade?
Quer discutir mais sobre o assunto? 

Falar de sexualidade envolve diversos tabus e barreiras como repressão, poder, preconceito, desejo, paixão, prazer e tantos outros.

Pretendo oferecer condições para que você possa:
• conhecer o processo de desenvolvimento humano relativo à sexualidade;

• desenvolver atitudes de responsabilidade em relação a si mesmo e ao outro quanto à sexualidade;

• discutir, refletir e redimensionar sua percepção sobre os papéis sociais do homem e da mulher;

• refletir sobre a presença na nossa sociedade de uma diversidade sexual que deve ser conhecida, debatida e respeitada;

• levar em consideração as informações para o desenvolvimento de valores sobre a questão sexual;

• ter acesso a informações científicas sobre anticoncepção e Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST);

• discutir a adolescência e a puberdade do ponto de vista psicológico, sociológico e biológico.

E muito mais.....

Então faça parte do nosso projeto.

Bora lá discutir?

Espero vocês!

ALVBIO 

GASTRONOMIA ESPANHOLA E A DIETA MEDITERRÂNEA

Sandra M. Cervera

A gastronomia espanhola tem suas raízes na história e tradição de seu país, enriquecida pela influência de uma grande diversidade de culturas, paisagens, climas, costumes e tradições. A Dieta Mediterrânea é considerada Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco e considerada uma das dietas mais saborosas e saudáveis.

Um convite para conhecer na prática o que há de melhor na gastronomia espanhola preparando e provando receitas apetitosas. Descubra as diferentes regiões espanholas através de seus aperitivos, sobremesas e pratos. Uma experiência única para seu paladar!  

MARCENARIA SOCIOCRIATIVA

Fernanda Tosta

Os objetivos gerais deste projeto são promover a colaboração, o apoio mútuo e a co-educação trabalhando as habilidades manuais dos participantes, abordando de maneira integrada as competências cognitivas e as habilidades para vida, tais como empatia, resiliência, autocontrole e abertura para novas experiências. Na marcenaria teremos momentos de raciocínio lógico mas também momentos lúdicos, de criatividade para promover o ambiente propício a trabalharmos o lado sócio emocional dos alunos.

Este ambiente torna possível não só o ensino do pensamento crítico para a formação dos participantes mas também o engajamento dos alunos no processo de reflexão a partir do entendimento de si, do outro e da coletividade. Ao longo do curso serão trabalhadas e estimuladas habilidades de representação e construção nas linguagens do desenho e da construção tridimensional por meio de maquetes, de modo que seja auxiliar direto no trabalho da marcenaria.

FORRÓ 3.0

Marina

O projeto Forró 3.0 traz para a escola mais uma oportunidade de desenvolver a dança e a expressão corporal através de ritmos bem brasileiros. Espera-se que, ao final do curso, os alunos tenham assimilado vários passos e sejam capazes de desfrutar de todos os benefícios de uma atividade como essa.

As pessoas que têm o hábito de dançar apresentam uma mudança significativa de comportamento: menos timidez, mais confiança, mais vontade de encontrar os amigos. Dançar aumenta a frequência cardíaca, estimula à circulação do sangue, melhora a capacidade respiratória e queima muitas calorias, além de provocar uma sensação de bem-estar psicológico.

Ademais, a dança de salão proporciona a prática da parceria, na qual um depende do outro. Para haver harmonia na dança, é necessário que uma pessoa conduza a outra, e essa outra pessoa permita ser conduzida. Todos precisam aprender a respeitar os limites físicos ou de habilidade de seus parceiros. Esse aprendizado pode ser levado para diversos aspectos no dia-a-dia dos alunos, tanto na vida pessoal como profissional.

TEORIA DO CAOS
Derberson Pereira de Sousa

A palavra Caos nos remete à desordem, bagunça ou falta de organização. Na Física, um sistema caótico é aquele que possui aparente imprevisibilidade e sensibilidade a pequenas variações podendo provocar grandes transformações inimagináveis. Foi o que verificou Edward Lorenz, em 1963, nas suas análises de previsão do tempo e traduzindo-as com sua famosa metáfora do Efeito Borboleta: “Um bater de asas de uma borboleta num extremo do globo terrestre, pode provocar um tufão no outro extremo no espaço de tempo de
semanas”.

Neste 2º semestre de 2019, ofereceremos um projeto optativo que abordará a Teoria do Caos, estudando a sua origem, seus desdobramentos e suas aplicações na Ciência, Mercado Financeiro, Fenômenos Meteorológicos, Crescimento Populacional e nas Artes.

Clique no botão para ser direcionado para a página de preenchimento do formulário dos Projetos Optativos referente a 4ª feira.


Endereço

Rua Dona Elisa de Moraes Mendes, 39 
05449-000 - São Paulo - SP
Alto de Pinheiros

Contato

secretaria@rainhadapaz.g12.br 
Telefone: (11) 3021-5711


© Copyright 2018 Colégio Rainha da Paz - Todos os direitos reservados